Casa de Saúde S. Miguel

Centro Assistencial na área da Psiquiatria, Saúde Mental, Reabilitação Psicossocial e Adictologia

Serviços / Especialidades

Psiquiatria Aguda - Curto Internamento

Unidade de Curta Duração é uma unidade de internamento, independente, integrada num hospital de agudos ou noutra instituição se articulada com um hospital de agudos, para prestar tratamento e supervisão clínica, continuada e intensiva, e para cuidados clínicos de reabilitação, na sequência de internamento hospitalar originado por situação clínica aguda, recorrência ou descompensação de processo crónico.

A Modalidade de Assistência em Internamento de Curta Duração tem por finalidade a estabilização clínica e funcional, a avaliação e reabilitação integral da pessoa com perda transitória de autonomia potencialmente recuperável e que não necessita de cuidados hospitalares de agudos.

Tem como principal objetivo contribuir para o bem-estar e qualidade de vida das pessoas com perda transitória de autonomia, potencialmente recuperável, que necessitam de cuidados clínicos, de reabilitação e de apoio psicossocial, em regime de internamento de curta duração, na sequência de internamento hospitalar originado por situação clínica aguda, recorrência ou descompensação do processo crónico.

Assim como pessoas em situação de risco de descompensação aguda por motivos inerentes ao processo mórbido ou a fatores externos, que beneficiem de uma intervenção em regime de internamento para estabilização de quadros mais ligeiros, para evitar a descompensação psíquica grave.

Psiquiatria - Médio e Longo Internamento

Unidades de Média e Longa Duração de Apoio Máximo e Moderado são unidades de internamento, de caráter temporário ou permanente, com espaço físico próprio, para prestar apoio social e cuidados de saúde de manutenção a pessoas com doenças ou processos crónicos, com diferentes níveis de dependência e que não reúnam condições para serem cuidadas no domicílio.

Estas Unidades visam a aquisição de competências, de forma a facilitar, quando e se possível, a alta para o domicílio ou o encaminhamento para outras respostas específicas da Saúde Mental. Esta valência destina-se, tendencialmente, a pessoas com deficiência mental grave ou profunda, esquizofrenia e doença bipolar com acentuada deterioração, síndromes cerebrais orgânicas, entre outras patologias que ocasionem moderado ou elevado grau de limitação funcional.

Tem como principal objetivo contribuir para o bem-estar e qualidade de vida das pessoas com perda transitória de autonomia, recuperável ou não, que necessitam de cuidados clínicos, de reabilitação e de apoio psicossocial, em regime de internamento de longa duração, na sequência de internamento hospitalar ou por ausência de suporte e/ou condições adequadas às suas necessidades.

Também se trabalham aspetos psicológicos e psicopatológicos que surgem com o processo de envelhecimento.

Adictologia

Esta valência especializada diverge para duas áreas específicas:

  1. Tratamento de doentes dependentes do álcool pela desabituação e pela reabilitação psicológica, familiar e social do doente alcoólico, incluindo nos seus programas de intervenção os cuidados médicos, os cuidados de enfermagem, as avaliações e o apoio psicológico, as sessões pedagógicas, os treinos de assertividade, relaxamento e integração sensorial, apoio sociofamiliar e intervenção de pastoral da saúde e animação;
  2. Tratamento da toxicodependência cuja a intervenção assenta na desabituação e/ou na reabilitação do utente dependente de drogas, incluindo nos seus programas de intervenção os cuidados médicos, os cuidados de enfermagem, as avaliações, o apoio psicológico, apoio sociofamiliar e intervenção de pastoral da saúde e animação;

 

Tem ao seu dispor dois tipos de internamento:

Curta Duração

  • Desabituação–substâncias psicoativas, drogas lícitas ou ilícitas
  • Duração: 14 dias

 

Média Duração

  • Desabituação – Alcoologia
  • Duração: 56 dias
Centro de Reabilitação Juvenil dos Açores

Neste Centro pretende-se um modelo biopsicossocial com intervenção cognitivo-comportamental para intervenção e reabilitação, destinada a uma faixa etária jovem, dos 14 aos 24 anos, em regime de tratamento por internamento, com duas unidades básicas: Unidade de Desabituação e Comunidade Terapêutica.

 

Unidade de Desabituação

Unidade de internamento programado de curta duração (7 a 15 dias, podendo ir até 20 dias em situações de comorbilidade) onde, através de uma abordagem psicofarmacológica, de apoio psicoterapêutico e educação para a saúde, se promove o tratamento da síndrome de privação em utentes que não dispõem de condições individuais ou sociais para o fazer em regime ambulatório. Nesta unidade, faz-se ainda a estabilização / ajuste da dose /transferência / descontinuação de programas de tratamento com agonista opiáceos, bem como o tratamento e estabilização de comorbilidade psiquiátrica e médica ligeira.

Comunidade terapêutica

Unidade Especializada de Tratamento Residencial de longa duração (com a duração de 3 a 12 meses), em regime de internamento, onde através de apoio psicoterapêutico e socioterapêutico se procura ajudar à reorganização do mundo interno dos utentes, e a perspetivar o seu futuro. Espaço residencial, destinado a promover a reabilitação biopsicossocial do utente, mediante um programa terapêutico articulado em diferentes fases. Tem como objetivo promover o autocontrolo sobre o consumo de drogas, desenvolver as competências pessoais e sociais, tendo em vista a autonomização do utente e a sua plena inserção social.

Reabilitação Psicossocial: Residencial

RESIDÊNCIA AMIZADE

– Tem como principal objetivo realizar um trabalho de manutenção/ aquisição de competências com os utentes que ainda não demonstram competências para se reintegrarem na comunidade.

Tem capacidade para 10 utentes, não existindo um período máximo de estadia.

 

RESIDÊNCIA GRANADA

A Residência Granada, unidade de treino de autonomia, tem como principal objetivo promover as competências necessárias aos utentes para a sua reinserção na comunidade (preparação para a alta).

Tem capacidade para 7 utentes, sendo a duração máxima da estadia nesta residência de 18 meses.

 

RESIDÊNCIA BELÉM

A Residência Belém, unidade de apoio máximo com treino de autonomia na comunidade, tem como principal objetivo proporcionar aos utentes sem condições financeiras e sem suporte familiar, mas com competências de reinserção na comunidade, uma resposta residencial.

Tem capacidade para 5 utentes, não existindo um período máximo de estadia.

 

RESIDÊNCIA JOÃO CIDADE

A Residência João Cidade, unidade de treino de autonomia na comunidade, tem como principal objetivo proporcionar aos utentes sem condições financeiras e sem suporte familiar, mas com competências de reinserção na comunidade, uma resposta residencial.

Tem capacidade para 6 utentes.

Reabilitação Psicossocial: Ocupacional

CENTRO OCUPACIONAL IR. BRÁS

Atelier de Atividades Ocupacionais que visa proporcionar ao utente um espaço securizante que lhe permita a realização de diferentes atividades gratificantes, como desenho livre, colagem, tapeçaria, etc.;

Atelier de Atividades Produtivas desenvolve um conjunto de atividades produtivas com o objetivo de promover a prática pré-laboral.

 

ATIVIDADES ERGOTERÁPICAS

Visam facilitar o percurso ocupacional/laboral de pessoas que não reúnam, a curto prazo, as competências necessárias para integrar o mercado de trabalho. Por exemplo, jardinagem, manutenção, lavandaria, etc.

Admissão de Utentes

Admissão de Utentes nas Valências de Psiquiatria

A admissão de utentes, exceto as Valências de Aditologia, efetuam-se exclusivamente por referenciação hospitalar.

 

Admissão de Utentes na Valência de Aditologia

A admissão no serviço em questão é efetuada pelo médico assistente da valência depois de uma consulta de triagem. Esta admissão é feita de acordo com o disposto no ponto 2 da Cláusula n. º7 do Acordo de Cooperação entre o SRS e o ISJD, mediante a organização prévia do respetivo processo

 

Admissão de Utentes no CRJA

Os utentes com dependência de substâncias psicoativas ilícitas/lícitas que preencham os requisitos para o tratamento em regime de internamento em UD/CT deverão ser encaminhados pela equipa de intervenção em CAD das Unidades de Saúde de Ilha (pelo processo de deslocação de doentes), pela equipa do centro de aditologia da Horta (Ilha Faial) ou pelas instituições parceiras com equipas de intervenção na área dos comportamentos aditivos e dependências no caso da Ilha São Miguel da sua área de residência.

A equipa de CAD das USI ou das instituições deverão preencher a proposta de admissão e a declaração do utente (no caso de menor, o respetivo responsável legal, deverá preencher a Declaração do Utente) e remeter à Direção Regional de Prevenção e Combate às Dependências (DRPCD) – Divisão de Tratamento e Reabilitação (DTR) para aprovação.

Após aprovação da DRPCD/DTR, a equipa deverá proceder ao encaminhamento para a UD/CT.

Certificações
Certificações

Quem Somos

Sobre Nós

Assistimos pessoas com doença mental ou com problemas de adição, essencialmente da RAA.

As 210 pessoas internadas encontram-se distribuídas por seis Valências, em serviços de curta, média ou longa duração, a Clínica especializada no tratamento de Pessoas com problemas de adição (Toxicodependência e Alcoologia) e o Centro de Reabilitação Juvenil dos Açores.

Em resposta a uma necessidade sentida na região, a Instituição tem desenvolvido, individualmente e em articulação com outras Instituições, dinâmicas no âmbito da prevenção de comportamentos de adição, nomeadamente de alcoolismo e o abuso no consumo de substâncias psicoativas (lícitas e ilícitas). A CSSM é parceira do Fórum Regional Álcool e Saúde.

À semelhança dos outros Estabelecimentos do Instituto S. João de Deus, a reabilitação psicossocial é uma prioridade. Assim, para além da valência Unidades Residenciais (4 unidades), conta com a vertente ocupacional, da qual se destacam o Centro Ocupacional Ir. Brás, ergoterapia, o desporto, atividades lúdicas, produtivas, etc.

Os diversos profissionais deste estabelecimento organizam as suas práticas de uma forma multidisciplinar. A reabilitação psicossocial está presente em toda a nossa atividade, privilegiando a participação dos próprios utentes na elaboração do seu Plano de Intervenção Individual, assim como a motivação para a participação em atividades ocupacionais estruturadas.

 

Direção

Diretor: Dr. Paulo César da Silva Braga
Director Administrativo e Financeiro: Dra. Carla Chalin Pereira
Director Clínico: Dr. João Paulo Vidal
Director de Enfermagem: Enf. Paulo César Costa Dias
Responsável da Pastoral da Saúde e Social e da Animação: Ana Rita Sousa

Equipa

A Casa de Saúde S. Miguel integra na sua atividade profissionais em diversas áreas, nomeadamente:

Psiquiatras

Clínicos Gerais

Enfermeiros

Técnicos de Apoio Espiritual e Religioso

Psicólogos

Assistentes Sociais

Terapeuta Ocupacional

Fisioterapeuta

Monitores de atividades ocupacionais

Auxiliares

Pessoal das áreas de suporte (administrativos, manutenção, limpeza, armazém, etc.)

História

A Casa de Saúde S. Miguel, situa-se na Ilha de S. Miguel do Arquipélago dos Açores, junto à cidade de Ponta Delgada. É um Centro Assistencial na área da Psiquiatria, Saúde Mental e Reabilitação Psicossocial, fundado em 1928.

 

Desde 1 de Agosto de 1928 que os Irmãos de S. João de Deus prestam assistência a pessoas na ilha de S. Miguel. Desde então que os antes “tranquilos, agitados, furiosos e imundos” passaram a ser reconhecidos pelo nome de pessoa, na dignidade de seres humanos como todos nós.

Ao longo de mais de 90 anos de atividade e dedicação à nossa comunidade, vários têm sido os serviços criados de acordo com o que é preconizado pela Organização Mundial de Saúde, e pelos Planos Regionais de Saúde na área da Saúde Mental, sempre pautados por excelência técnica, rigor científico e elevados padrões de qualidade, alicerçados também no combate ao estigma que há na sociedade em relação às pessoas portadoras de doença mental. Contando sempre ao longo deste tempo com Colaboradores especializados e empenhados, e nunca descurando o caráter humanizador e carismático de S. João de Deus, assente no princípio de “fazer bem o bem”.

Nestes anos de história, a Casa de Saúde de S. Miguel (CSSM), conheceu envolventes diversas e muitas vezes adversas. Manteve-se fiel à sua missão e visão do fundador da Ordem, vivendo a cada dia, a cada desafio, a prática dos valores que a caracterizam, enformados pela Hospitalidade. No entanto, apesar das adversidades da sua longa história, percebe-se um trajeto contínuo e consistente na assistência prestada, na postura e atitude dos Irmãos, Colaboradores e Voluntários que concretizaram e concretizam a Obra.

É essa a nossa “herança” de rigor e envolvimento multidisciplinar, sempre criativo e inovador, centrado no Ser Humano enquanto um todo holístico. É esta a Obra de que humildemente aceitamos fazer parte e a que daremos o nosso contributo, na esperança de ser o nosso melhor e de conseguir desafiar os limites do possível no dia-a-dia.

É nosso compromisso honrar a experiência adquirida e construída ao longo do tempo e, no limite das nossas competências, acrescentar a nossa “pedra” a esta Obra cada vez mais atual e necessária, sempre incompleta, ao estilo de S. João de Deus.

 

Contactos

  •  Telefone

    (+351) 296 201 600

  •  Morada

    Rua S. João de Deus, s/n, Apartado 155,

    9501-902 Ponta Delgada

  •  Email

Visitas

  •  #COVID-19

    A realização da visita requer um agendamento prévio. Contacte a CSSM por telefone ou e-mail.

     

    As visitas têm, nesta fase, uma duração de 30 minutos. Se nos últimos 14 dias teve sintomas sugestivos de COVID-19 ou tenham estado em contacto com casos suspeitos ou confirmados não deve realizar visitas.

     

  • Medidas implementadas:

    É elaborado um registo de visitantes.

    Deve cumprir com as medidas de distanciamento físico, etiqueta respiratória e higienização das mãos.

    É obrigatória a utilização da Máscara, preferencialmente cirúrgica.

    Não pode trazer objetos pessoais, géneros alimentares ou outros produtos.

    Os visitantes apenas poderão circular nos circuitos delimitados para o efeito.

    Para mais informações solicite o Regulamento para Visitas do Plano de Contingência da CSSM #COVID-19

Candidaturas

 

Agradecemos o seu interesse em trabalhar connosco. Envie o seu CV para cssm.pdelgada@isjd.pt.

A Carregar Informação