Casa de Saúde S. João de Deus

Centro Assistencial na área da Psiquiatria, Saúde Mental e Reabilitação Psicossocial, situado na cidade de Barcelos, que depende jurídica e administrativamente do Instituto S. João de Deus, que se constitui como uma Instituição Particular de Solidariedade Social.

Serviços / Especialidades

Psiquiatria Aguda - Curto Internamento

UNIDADE S. JOÃO DE DEUS

A Unidade S. João de Deus corresponde a uma unidade de agudos para internamento de utentes com patologia psiquiátrica em fase aguda ou utentes com síndrome de dependência de substâncias.

O principal objetivo terapêutico desta unidade é a estabilização clínica dos utentes e o seu regresso mais precoce possível ao ambiente de proveniência. O acesso a esta tipologia assistencial é feito através dos Departamentos de Psiquiatria ou no caso de beneficiários de sub sistemas de saúde, após avaliação pelo diretor clínico da CSSJDB.

Psiquiatria - Médio e Longo Internamento

As unidades de internamento prolongado oferecem serviços especializados, adaptados às diversas fases destas doenças e um acompanhamento por profissionais com formação específica para a sua abordagem. Nelas os doentes encontrarão um ambiente acolhedor adaptado às suas limitações e necessidades. As atividades destas unidades visam melhorar a qualidade de vida dos doentes e dos familiares, através de um circuito de intervenção integrada dos vários técnicos procurando sempre contribuir para a autonomia dos utentes.

UNIDADE S. JOSÉ

Acolhe doentes psiquiátricos clinicamente estáveis mas que não possuem suporte familiar e/ou retaguarda social, que lhes permita permanecer ou regressar à comunidade;

UNIDADE S. RAFAEL / S. JOÃO GRANDE

Destina-se ao tratamento de doentes com deficiência mental moderada, média e profunda, e de doentes mentais com distúrbios da personalidade ou alteração do comportamento;

UNIDADE S. RICARDO PAMPURI

Destina-se à prestação de cuidados de saúde a doentes mentais com dependência física e deterioração cognitiva moderada ou elevada.

Psicogeriatria

UNIDADE DE PSICOGERIATRIA E DEMÊNCIAS IR. ELIAS ALMEIDA

A Unidade de Psicogeriatria e Demências Ir. Elias Almeida destina-se a pessoas com diagnóstico de Demência que necessitem de tratamento especializado em contexto de internamento e/ou utentes com doença mental crónica com idade superior ou igual a sessenta e cinco anos e com deterioração cognitiva.

Reabilitação Psicossocial: Residencial

O conceito de Reabilitação Psicossocial assenta na crença de que as pessoas podem adquirir e/ou recuperar as aptidões práticas necessárias para viver e conviver em comunidade, de forma independente, trabalhando estratégias para fazer face às incapacidades inerentes à doença.

Visando implementar da forma mais adequada e tecnicamente mais avançada os princípios preconizados por esta filosofia, foram criadas, até à data, cinco unidades de reabilitação na Instituição: duas equiparadas a unidades de vida protegida – Galo Verde e Piso Comunitário-, uma equiparada a residência de treino de autonomia – Pierluigi Marchesi – e duas equiparadas a residências de vida autónoma – apartamentos Oceano e Renascer. Neste momento, são 54 os utentes integrados nas unidades de reabilitação psicossocial, sendo alvo e protagonistas de intervenções diversas e especializadas, de acordo com as suas competências individuais, em articulação com os diversos técnicos e monitores de que a Instituição dispõe.

Os utentes podem, então, ser integrados e beneficiar das seguintes respostas:

GALO VERDE

Tem capacidade para acolher 20 utentes, com o objetivo geral de treinar competências básicas de vida diária, permitindo aos seus residentes atingir um grau satisfatório de independência para uma melhoria da QV e uma possível progressão para outras unidades de reabilitação, tendo por finalidade a (re)inserção comunitária.

PISO COMUNITÁRIO

Com capacidade para 12 utentes, a unidade Piso Comunitário foi desenhada na perspetiva de inserir utentes com percursos de vida diferenciados, que já passaram por outras unidades de reabilitação, mas não alcançaram um satisfatório grau de independência que permitisse a sua reintegração comunitária. Os objetivos de reabilitação psicossocial desta unidade passarão, então, por manter competências adquiridas nos trajetos anteriores e por fortalecer a Qualidade de Vida dos seus residentes.

UNIDADE DE TREINO DE AUTONOMIA PIERLUIGI MARCHESI

Tem capacidade para acolher 8 residentes, sendo o objetivo principal a sua preparação para que consigam lidar eficazmente com as exigências do dia-a-dia. A duração formal prevista para a permanência nesta unidade é de 1 ano, durante o qual os residentes têm um papel ativo em todo o processo, dividindo entre eles a responsabilidade de assegurar o funcionamento da unidade, sob supervisão de uma equipa técnica. Sendo assim, os objetivos desta unidade passarão por proporcionar independência individual, preparando os residentes para uma possível reinserção social e comunitária, através da sua (re)capacitação para lidar de forma mais adequada e adaptada com as diversas exigências de todas as esferas que compõem um típico dia-a-dia, acompanhar e estimular a participação ativa nas tarefas diárias e na organização interna da unidade, para que cada residente consiga atingir independência.

APARTAMENTOS OCEANO E RENASCER

Visam, através de intervenções estruturadas, proporcionar autonomia individual, preparando os residentes para manter as competências adquiridas na unidade de treino de autonomia e (re)capacitá-los socialmente e em comunidade, para lidarem de forma mais adequada e adaptada com as diversas exigências do dia-a-dia extrainstitucional. De referir ainda que, em Outubro de 2010, com base no memorando de entendimento com a Equipa de Projeto dos Cuidados Continuados Integrados de Saúde Mental, a CSSJD – Barcelos foi convidada a levar a cabo uma experiência piloto no âmbito das tipologias definidas para esses cuidados com as unidades de vida autónoma.

Reabilitação Psicossocial: Ocupacional

Atelier do Vime

Atelier de Cerâmica

Atelier de Atividades Criativas

Atividades Ergoterápicas

Apoio Domiciliário

Projeto CuiDando – Unidade Móvel de Apoio Domiciliário Integrado em Saúde Mental


Quem somos?


A funcionar em pleno, o projeto CuiDando consiste numa unidade móvel de apoio domiciliário integrado na área da Saúde Mental e tem por objetivo a prestação de apoio domiciliário, permanente ou pontual, a homens e/ou mulheres maiores de 18 anos, portadores de doença psiquiátrica grave de evolução prolongada e elevado grau de dependência e/ou supervisão e/ou incapacidade psicossocial. Destina-se a residentes no concelho de Barcelos, perspetivando a prevenção de reinternamentos nos serviços de saúde mental.

Quais são as nossas parcerias?

Atualmente concretizado em parceria com o Município de Barcelos, o CuiDando vai ao encontro às necessidades dos doentes (e seus familiares) e aos objetivos estratégicos definidos pelo Plano Nacional de Saúde Mental aprovado pela Resolução do Conselho de Ministros nº 49/2008.

Quais são os nossos objetivos?

Os objetivos do CuiDando passam essencialmente por apoiar o doente e família na transição do hospital ou das unidades da rede para o domicílio, aumentando as capacidades do cuidador para lidar com a pessoa com perturbação mental, identificar precocemente situações de descompensação clínica e orientando para os Serviços Locais de Saúde Mental. Pretende-se ainda melhorar a integração social, a participação e o acesso aos recursos da comunidade, proporcionando uma melhoria na qualidade de vida dos utentes e dos seus cuidadores informais.

Como é constituída a equipa?

A equipa de trabalho do CuiDando é multidisciplinar, sendo constituída por enfermeiros especialistas em saúde mental e psiquiatria, assistente social, psicóloga, empregados auxiliares e médico psiquiatra. O trabalho é feito em articulação entre todos os profissionais envolvidos, para que os utentes possam ser atendidos de acordo com as áreas prioritárias a trabalhar, proporcionando-lhes, dessa forma, uma intervenção estruturada e focalizada.

Quem pode encaminhar utentes para o CuiDando?

O CuiDando pode receber utentes propostos pelo Departamento de Psiquiatria do Hospital de Braga, Centros de Saúde e USF’s, Segurança Social, outras instituições, técnicos de saúde, cuidadores e pessoas de referência. Para o efeito, deve ser solicitado o formulário de referenciação, disponível nos serviços referenciados ou junto da equipa do CuiDando.

Admissão de Utentes

Em atualização. 

Entretanto, se necessário, consulte os nossos serviços por telefone ou e-mail. 

Certificações

A Casa de Saúde S. João de Deus - Barcelos está certificada dos seguintes serviços:

Serviço de Reabilitação Psicossocial:

  • Vertente Residencial
  • Vertente Ocupacional
  • Serviço de Apoio Domiciliário

Unidade de Demências e Psicogeriatria

 

 

 

Quem Somos

Sobre Nós

A Casa de Saúde S. João de Deus – Barcelos (CSSJD- Barcelos) é uma Instituição quase centenária, sendo que toda a sua existência pode ser caraterizada pela dedicação à pessoa doente e à sociedade, através do empenho e hospitalidade de Irmãos, Colaboradores, Amigos e Benfeitores.

Podemos dizer que esta Casa de Saúde nasce no limiar da Psiquiatria como especialidade da medicina e que os meios mais modernos têm sido aqui implementados ao longo das décadas para o tratamento e reabilitação dos doentes sempre inspirados no estilo carismático de S. João de Deus.

Fruto desta intervenção pautada pela inovação, humanização, qualidade técnica e científica esta Instituição assume, atualmente, na região Norte, um papel preponderante na prestação de cuidados de saúde mental.

 

Direção

Diretora: Dra. Isabel Bragança
Director Administrativo e Financeiro:Dr. Luís Pedro Vieira Lousada Novo
Director Clínico:Dr. Zeferino Venade Ribeiro
Director de Enfermagem: Enf. Carlos Daniel Fernandes Violante
Responsável da Pastoral da Saúde e Social e da Animação: Ir. José Torres, sac

Superior da Comunidade: Ir. António Matias

Equipa

A Casa de Saúde S. João de Deus integra no seu quadro de pessoal:

Psiquiatras
Clínicos Gerais
Neurologistas
Enfermeiros Especialistas e Generalistas
Psicólogos
Técnicos de Serviço Social
Terapeuta Ocupacional
Administrativos
Monitores de Actividades Ocupacionais e Residenciais
Pessoal da Pastoral da Saúde e Animação
Auxiliares
Pessoal de manutenção
Psicopedagogo

História

A Casa de Saúde S. João de Deus - Barcelos, foi fundada a 4 de janeiro de 1928, tendo sido admitidos os primeiros doentes a 10 de março do mesmo ano. Nos anos seguintes a casa cresceria a nível de valências clínicas, de construção de novos edifícios e internamentos.

O primeiro Superior/Diretor foi o Ir. João José Caetano Pinto, até junho de 1928, seguido do Ir. Manuel Maria Gonçalves. O Dr. José Baía Júnior foi o primeiro diretor Clínico, entre 1928 e 1939, dando consultas duas vezes por semana.

A Igreja, sob a invocação de N. Sra. da Conceição, iniciou o culto a 9 de janeiro de 1938. As obras de melhoramento da Igreja prolongaram-se, tendo sido inaugurada doze anos mais tarde, a 8 de março de 1950.

A Casa de Saúde foi crescendo, tanto em área como em estruturas e equipamentos:

  • 1930 - Pavilhão de S. Rafael
  • 1940 - Pavilhão de S. José
  • 1942 - Pavilhão do Sagrado Coração de Jesus e Edifício central (que incluia a Igreja)
  • 1949 - Pavilhão-Sanatório de Nossa Senhora de Fátima
  • 1951 - Inauguração da Sala de Operações no Pavilhão de S. José
  • 1952 - Inauguração das oficinas ergoterápicas
  • 1968 - Inauguração da Clínica Cirúrgica

A 1 de janeiro de 1978, a Casa de Saúde passou a ter um novo enquadramento jurídico, ficando dependente do Instituto S. João de Deus.

Nas décadas de 1980 e 1990, a Casa de Saúde S. João de Deus conheceu um grande desenvolvimento com arranjos urbanísticos e remodelações nos pavilhões e na quinta, com a inauguração da nova clausura em 1984, do Bar, em 1999, e do Auditório "Fórum S. Bento Menni" com 450 lugares, inaugurado no ano seguinte.

No ano 2000, adotou um modelo de prestação de cuidados de base comunitária, criando várias respostas de reabilitação psicossocial (residenciais e de apoio domiciliário).

 

 

Contactos

  •  Telefone

    (+351) 253 808 210

  •  Morada

    Avenida Paulo Felisberto, 205

    4750-783 Barcelos

  •  Email

Visitas

  •  #COVID-19

    A realização da visita requer um agendamento prévio. Contacte a CSSJD-Barcelos por telefone ou e-mail.

     

    As visitas têm, nesta fase, uma duração de 30 minutos. Se nos últimos 14 dias teve sintomas sugestivos de COVID-19 ou tenham estado em contacto com casos suspeitos ou confirmados não deve realizar visitas.

     

  • Medidas implementadas:

    É elaborado um registo de visitantes.

    Deve cumprir com as medidas de distanciamento físico, etiqueta respiratória e higienização das mãos.

    É obrigatória a utilização da Máscara, preferencialmente cirúrgica.

    Não pode trazer objetos pessoais, géneros alimentares ou outros produtos.

    Os visitantes apenas poderão circular nos circuitos delimitados para o efeito.

    Para mais informações solicite o Regulamento para Visitas do Plano de Contingência da CSSJD-B #COVID-19

Candidaturas

 

Agradecemos o seu interesse em trabalhar connosco. Envie o seu CV para cssjd.barcelos@isjd.pt.

A Carregar Informação